Quarteto de Trombones recorda clássicos da música brasileira em projeto durante a pandemia
16/07/2020 11:39 em Música

Tendo em vista o momento pelo qual o mundo passa, a arte é essencial. Sendo assim, diversas iniciativas levam esperança pelas telas do celular e dos computadores, como é o caso do Quarteto de Trombones “Ernst Mahle”. O grupo adaptou o projeto de concertos com músicas brasileiras do passado – que foi idealizado no final de 2019, para o isolamento social. O resultado tem agradado aos ouvidos de quem já assistiu ao primeiro vídeo: a música Corta-Jaca, de Chiquinha Gonzaga, com arranjo de Felipe Coelho, integrante do quarteto. Já são 30 mil visualizações no Facebook em uma semana.

“O famoso Corta-jaca, nome com o qual o tango Gaúcho se popularizou, é uma das músicas mais gravadas e conhecidas de Chiquinha Gonzaga ao lado de Ó abre alas, Lua Branca e Atraente. […] Corta-jaca tornou-se um clássico do grande repertório da música instrumental brasileira, merecendo gravações de grandes interpretes instrumentais, inúmeras bandas e algumas versões cantadas”, conta Coelho na publicação do vídeo – com participação especial do percussionista Daniel Lima – em seu perfil na rede social.

O quarteto é formado por Diego do Amaral, Emerson Teixeira, Paulo Santos e Felipe Coelho. “Foi uma surpresa bastante agradável para todos nós. E o número de visualizações e compartilhamentos continua aumentando. Nós ficamos felizes e motivados. Em um momento como este que estamos vivendo, com pessoas adoecendo, algumas perdendo a vida, é extremamente necessário ter algo para equilibrar os sentimentos, nos encher de coragem e esperança, e a música, com certeza, tem esse poder”, comenta Amaral. “Se conseguimos colocar um sentimento bom dentro de todos que assistiram ao nosso vídeo, cumprimos com o nosso dever de artistas”, avalia o músico.

Além de preparar os próximos arranjos de clássicos da música brasileira, como Dois Corações, de Pedro Salgado; Odeon, de Ernesto Nazaré; Carinhoso, de Pixinguinha; Aquarela do Brasil, de Ary Barroso; e Cantiga Brasileira, de Gilberto Gagliardi, o quarteto trabalha em uma surpresa musical para o aniversário de Piracicaba, em 1 de agosto. “Um presente de aniversário com muito carinho e respeito”, adianta Amaral.

Os próximos vídeos serão publicados no perfil do quarteto no Facebook e no canal do YouTube, ambos “Quarteto de Trombones Ernst Mahle”. O Instagram é @quartetomahle. O nome do grupo é uma homenagem ao maestro Ernst Mahle. “Ficamos honrados em levar conosco o seu nome, sua música e tudo o que ele representa”, finaliza Amaral.

Andressa Mota

FONTE: JORNAL DE PIRACICABA

COMENTÁRIOS